Onde eu posso aplicar o Eneagrama?

Eu diria que “aplicar” é uma palavra muito modesta para o Eneagrama. Porque o processo nos convida a “viver” o Eneagrama. E é essa a maior contribuição (ou aplicação) do Eneagrama na nossa vida: viver.

E esse viver tem a ver com exercer, de fato, o nosso livre arbítrio para escolher e decidir o que eu que eu quero. E deixar de ser sequestrado por uma emoção que nem percebemos que está ali.

A primeira “aplicação” do Eneagrama (e a chave que irá desarmar o ciclo “vicioso” ou “viciado”) é a compreensão a nossa personalidade, o filtro pelo qual enxergamos a nós, aos outros e a realidade.

Olhar para si e para os outros sem essa lente é algo fantástico e libertador.

Em seguida (ou até mesmo antes de enxergarmos a nós mesmos), vem o entendimento sobre a personalidade, o padrão de comportamento do outro. Suas motivações, radares, crenças e movimentos de estresse. E isso nos permite desenvolver uma comunicação mais assertiva com cada pessoa e também deixamos de “pessoalizar” tudo.

A partir da identificação do ponto em que você travou no processo, o Eneagrama irá te mostrar o caminho para o teu desenvolvimento pessoal: relacionamentos, autoestima, motivação, saúde física e mental e também como se desenvolver enquanto líder, a partir do teu estilo de liderança.

No âmbito profissional e organizacional, as aplicações principais do Eneagrama envolvem:

Liderança: como você exerce a liderança e como obter o melhor de cada liderado, a partir do conhecimento do perfil de cada indivíduo (principalmente o que o teu colaborador espera dessa relação)

Comunicação: comunicação assertiva tem a ver com a forma que cada pessoa prefere receber orientações, elogios e feedbacks.

Equipes e Times: desenvolvimento de times de alta performance, compondo equipes que se complementem nos potenciais e com possíveis conflitos ou desafios já identificados anteriormente.

Gestão de conflitos: entendendo a janela de realidade de cada colaborador ou sócio, sabendo que emoção está presente naquela pessoa, facilita a mediação e solução das indisposições entre colaboradores.

Além outras tantas aplicações: feedback, tomada de decisão, vendas, negociação e coaching.

Vale ainda ressaltar que o Eneagrama é um processo infinito. Sempre haverá um ponto a ser desenvolvido, uma ficha que caiu, a percepção que fica mais apurada.

E aí?? Está disposto a entrar nesse processo e autoconhecimento? Alta performance? Autorrealização? Vem com a gente!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP